segunda-feira, janeiro 31, 2005

A jogar com 11 empatamos menos vezes

Em Guimarães conseguimos ganhar pela primeira vez um jogo com 9.6 jogadores. Nas minhas contas o Carlitos vale 0.25 de jogador e o Bruno aguiar vale 0.35, os dois em campo valem 0.6. Não está mau, a dupla Nelo/Tavares era capaz de valer menos. Confesso que antes do jogo contra o Moreirense o B. Aguiar nas minhas contas também só valia 0.25. Pareceu-me que durante o jogo esteve um pouco mais inteligente e raçudo que o costume, não muito. Dois jovens a quem são dadas oportunidades e eles parecem que estão noutra.

O Nuno Assis fez um jogo razoável, talvez até muito bom para o que estamos habituados, mas a pergunta do dia é: e o Roger a jogar na mesma posição não faria melhor ? Aliás se o Roger não for cedido será que ele vai ser convocado para o próximo jogo ?

A táctica do Trapattoni continua a ser reagir 360 minutos após constar que existe um problema, o que equivale a dizer que só reage no autocarro. Estou a imaginar o Sr. Trapattoni reconfortado no seu lugar no autocarro a virar-se para o Álvaro e a dizer: Hoje deviamos ter tirado o Simão quando estávamos a ganhar, ou bom se fosse agora tinha aproveitado para mexer na equipa quando estávamos a jogar contra 10.

Quanto a reforços de cair para o lado, confesso que continuo a aguardar ansiosamente pelo fim do dia de hoje. Sempre poderão dizer que o Mantorras é o reforço de Inverno.

Agora e para finalizar com um ponta de lança que consiga dominar a bola e acerte baliza quando esta está sem guarda-redes e um trinco ninguém nos pára. Aliás o fundamental seria um trinco pois quando o Petit e o Manuel Fernandes não jogam tem de ser substituidos por alguém que ou vale 0.35 ou 0.00 (P. Almeida) e assim as hipóteses de se chegar à vitória são mais reduzidas.

Para além do trinco e do ponta de lança (opcional) eu também queria que o LFV comprá-se uma pilhas novas ao Trapattoni. E já agora espero que a dupla LFV/V tenha aprendido a lição e que nunca mais fale em reforços de cair para o lado. Bom ainda faltam algumas horas e pode ser que eu ainda tombe para o lado ...

E já agora gostava de ver que as contratações obedeçam a algum critério e que não sejam só o resultado de uma boa oportunidade.