quarta-feira, abril 26, 2006

Paulo Almeida

O ano passado fomos campeões porque os jogadores que ficaram de fora criavam bom ambiente.

Um jogador para se impor no meio campo do Benfica tem que ter velocidade e muita resistência. Infelizmente o P. Almeida não tinha uma coisa nem outra, de resto penso que tinha tudo para singrar no Benfica (técnica, posicionamento e carácter). Os comentários que faz na altur da sua saida mostram bem o seu carácter, felicidades para ele nesta nova fase da sua carreira !

Não sei se é possivel com base no treino fisico individual aumentar a velocidade e a resistência de um jogador. Especialmente na equipa B deveria ser feito um trabalho deste tipo (João Coimbra, F. Alexandre e João Vilela) por forma aos jogadores ganharem velocidade. Neste aspecto é preciso ver o trabalho que se faz lá fora. É so ver uma foto do Figo e do Rui Costa antes e passado um tempo de jogarem no estrangeiro para se ver a diferença. O mesmo se passa com os jogadores Brasileiros (Ronaldo e Ronaldinho).

Dar os Parabéns ...

Mais uma vez se viu a diferença entre um grande e uma equipa regional nos festejos. Quando uma equipa só se desenvolve com base no seu ódio a outra nunca pode ser grande. Como já aqui o disse há equipas que crescem a imitar outras só que só as sabem imitar nas horas boas e nunca aprenderam o que significa desportivismo, isto apesar de muitos dos seus dirigentes terem vivido vários anos à conta do desporto.

O Benfica nos últimos 10 anos perdeu muito tempo desorientado não tirando partido da multidão que entre os 25 e os 50 o apoia incondicionalmente. Neste aspecto não há tempo a perder e todos tem de dar o seu contributo para que a equipa seja cada vez mais forte.

O LFV restitui alguma organização ao Benfica mas temo que se tenha afastado um pouco do mais importante concentrando-se apenas em fazer dinheiro. O mais importante é dar à equipa de futebol a paz de espirito necessárias à conquista do título e este ano tal não foi possivel.

A contratação falhada do Dinamarquês e do Holandês no inicio da época, a transferência do Simão que não se concretizou, a entrada tardia do Micoli e do Karagounis que não tiveram direito a pré-época, a geração Benfica que depois do estágio foi com mais ou menos tempo recambiada para a sua origem e por fim um treinador que não se confirmou como tal.

Para a próxima época vai ser mau sinal a continuação do Koeman, houve uma clara inadaptação ao futebol do Benfica. A equipa apresenta-se desorganizada e sem espirito de equipa. Para além de tudo o Koeman mostrou.se um treinador defensivo (ver substituições ao longo do jogo), teimoso (apostas contínuas em jogadores que nunca se mostraram), conflituoso (forma de gerir um plantel nas constantes entradas e saidas dos convocados) e rancoroso (especialmente com o Quim e o N. Assis).

Nos últimos jogos o Koeman parece aquele aluno que quer a tudo o custo melhorar a nota final (negativa) mas que não consegue nada de especial pois não tem ponta por onde se lhe pegue pois durante o ano não fez o trabalho de casa. Aliás ainda o vamos ver a sair pelo seu próprio pé caso ele não consiga a qualificação directa para a Champoions

Um treinador do Benfica deve ser reavaliado anualmente, se o LFV achar que ele deve continuar está a fazer mal a si próprio pois as eleições serão em outubro e o povo tem memória curta.

A equipa pede férias mas caso não consiga chegar ao 2º lugar então há que convir que uma Supertaça não é o suficiente. Com este treinador esperava-se mais resultados e melhores exibições.

ps:

1 - Por fim não sei quem escreve a história do futebol mas é cómico a preocupação que os nossos adversários mostram com as equipas de arbitragem. Se houve equipa roubada nos últimos 20 anos foi claramente o Benfica com consequências graves no seu presente.

2 - É estranho ver que o Sporting só se preocupa com os árbitros quando o adversário é o Benfica. Este ano houve dirigentes que acharam que o melhor seria garantir o 2º lugar do que lutar para o título. Mais triste ainda é ver que o tempo passa e os grandes responsáveis pelo estado do futebol actual continuam impunes.

3 - A onda vermelha não vai parar dai que há muita gente que deve continuar a ter um sono dificil.

4 - Sou contra cânticos contra as outras equipas, felizmente no estádio do Benfica são cada vez menos as referências a outras entidades ou pessoas. Mais uma vez o Benfica dá o exemplo. Ao ódio responde.se com indiferença, o importante é estar atento e saber que ao Benfica só é preciso não dar tiros no pé para chegar mais longe que os outros.

quinta-feira, abril 20, 2006

A história repete-se

O LFV voltou a dizer que só fica se o futebol levar uma limpeza. Como sempre não vai haver limpeza nem o LFV vai-se embora.

O R. Costa manifesta o desejo de jogar no Benfica uma destas épocas. Desde claro seja pago e bem como no Milan ..

Os empresários colocam-se na linha de partida para mais uma época de renovações/contratações. São as promessas que nunca ninguém fez, é o jogador que só precisa de amor e carinho, é o jogador que se sente injustiçado. Está para chegar a hora em que um jogador de futebol após uma época menos boa devolve parte do dinheiro ao clube.

Aparecem jogadores em que o Benfica está supostamente interessado. Para já centram-se nos centrais, daqui umas semanas progride para o meio campo e lá para junho vai estabilizar nos avançados.

ps: A ideia de propor o Dias da Cunha para Presidente da liga é boa. Só não é brilhante pois teriamos de o ver na TV várias vezes ao ano ...

terça-feira, abril 18, 2006

Koeman ultrapassa Trapattoni se vencer na Madeira

O Koeman só vai ultrapassar o Trapattoni se vencer o campeonato. Enquanto for matematicamente possivel deve-se acreditar no título, não gostei do discurso dos parabéns a você antes do tempo.

O Koeman tem um discurso realista e sincero nas horas más mas não é o tipo de discurso que motiva os jogadores de uma equipa nem os adeptos. Os dirigentes tem de estar atentos e se se puder dispensá-lo sem lhe dar um tostão então acho que não há motivos para qualquer hesitação.

Este ano o Veiga teve algumas atitudes de tirania que não cairam bem nos jogadores. Para o ano isso terá que ser estudado por forma a não se cair no mesmo erro. Se o Veiga é que teve a ideia de trazer o Robert deve ser despedido, se foi o Koeman então pode continuar mais uma época.

A pré-época tem que começar sem problemas, um dia antes do estágio tem de estar todos os jogadores contratados ou vendidos.

Por fim uma nota curiosa depois de levar um chuto no cú vem-se a saber que o PC resgatou-a dum Bar de alterne. Há gajos que podem fazer tudo, agora a mulher é uma grande mentirosa e segue a banda a tocar.

segunda-feira, abril 17, 2006

Omeletes

1 -

Os meus parabéns ao Mourinho que sem omeletes conseguiu o impossivel. Tirando o defesa central e o luso-brasileiro a qualidade era tanta que mais nenhum jogador se impôs a nível internacional. Deve ter sido do futebol de ataque ...

Depois ao contrário de muitos tenho fé que o Penafiel vai ganhar o seu jogo. Devo realmente ser muito ingénuo por pensar que uma equipa presididida por um dos maiores génios do futebol Português não vai facilitar no seu encontro com o Porto.

2 -

Nunca percebi muito bem como é que algumas equipas dão tudo o que tem contra o Benfica e contra os outros parece que nem estão muito para ai virados. Realmente deve ser gratificante ganhar ao maior ou então são gratificados por ganharem ao maior. Todos devem começar o ano a pensar o meu grande jogo vai ser contra o Maior ...

3 -

O que falhou este ano foi a união do plantel e o facto deste ter sofrido mais alterações do que as aconselháveis num só ano. Uma equipa como o Benfica precisa de dar tempo aos jogadores que entram e respeitar os jogadores que já lá estão.

Este ano tirando a participação europeia foi um periodo de estagnação competitiva. Para o ano algo tem de mudar mas não é preciso mudar vinte jogadores + treinador + etc ...

4 -

Fracos ou fortes todos nos invejam ... Quando o Benfica decide pontuar na UEFA os outros ditos grandes decidem fazer pirraça e concentrarem-se nos campeonatos Nacionais.

Há equipas no nosso campeonato que cresceram a imitar o Benfica só que há certas coisas que não se atingem, nem com o recurso às técnicas mais avançadas de clonagem.

quinta-feira, abril 13, 2006

2006/2007

1 - Espero que o Benfica tenha uma cláusula que permita despedir o Koeman no final da época sem lhe dar dinheiro.

2 - Ficar com o Koeman é uma má opção:

a) O ambiente no balneário não é o melhor.
b) A geração Benfica ficou congelada
c) As opções de convocatórias, titulares, substituições são na maioria das vezes incompreensiveis
d) Várias derrotas consecutivas que colocaram o Benfica longe do título são imperdoáveis.

3 - O LFV pode andar só a pensar em Kits mas caso o Benfica perca embalagem é lógico que a médio prazo os sócios não vão ser tão pontuais no pagamento.

4 - A politica de contratações a meio da época foi um desastre. O ideal é ter o plantel completo antes da pré-época. Os jogadores precisam de tempo para se habituarem uns aos outros num ambiente mais relaxado.

5 - A aposta no próximo ano tem de ser em jogadores novos que possam ser valorizados e mais valias. A única excepção a isto é o Léo. Não vale a pena contratar pseudo vedetas que só chegam cá porque nos anteriores clubes não vingaram. A história recente do Robert mais do que contra-indicava a contratação. Se foi uma exigência do Koeman este deve ser responsabilizado. Se foi uma ideia do Veiga idem aspas.

6 - Para o ano que vem espero ter um treinador profissional. Que de tudo o que tem pelo Benfica. Que promova os jovens e que coloque a equipa a jogar com garra desde o principio dos jogos. Que saiba aproveitar o que a equipa tem de bom e que a saiba transportar para outro patamar. Que coloque os jogadores a jogar pelo que valem e não pelo nome. Que os coloque na sua posição e não esteja a inventar colocações.

7 - Quero um treinador como o Camacho sem o seu empresário e que esteja disposto a viver em Lisboa a 100%. Não precisa de ter o sonho de treinar o Benfica desde pequenino.

8 - Que o dia de trabalho das 9 às 5 sejam finalmente adoptados agora que há campo de treinos.

quarta-feira, abril 12, 2006

Quase 1 ano depois...

terça-feira, abril 11, 2006

Quero este espírito de volta

Para quem não percebeu porque:
a) Fomos campeões com uma equipa razoável, pontuada por meia dúzia de bons jogadores;
b) não ganhámos quase nada com o melhor plantel de Portugal.


O ex-treinador do Benfica relembra a dura viagem de autocarro de Guimarães até Lisboa. Esse trajecto deixou uma marca profunda: «Até Lisboa foi muito, muito complicado. Foi a viagem mais difícil da minha carreira. É impossível comparar com uma viagem que se faz quando se perde um jogo ou um título. Qualquer destas situações tu podes mudar no futuro, com o teu trabalho. A morte do Fehér não depende em nada de ti. O Fehér não terá mais nenhum êxito, nem nenhuma derrota. Ele morreu num terreno de jogo onde nunca devia morrer um desportista e isso é impossível apagar.»Como treinador coube a Camacho ajudar o plantel a superar a perda do companheiro húngaro. O espanhol salienta que a tarefa foi facilitada pela força demonstrada pelos jogadores: «O balneário do Benfica manteve-se unido. O Fehér esteve sempre presente no grupo e a conquista da Taça de Portugal foi exemplo disso mesmo. Antes de cada jogo fazíamos sempre o grito em memória dele. Com a qualidade humana de todos o balneário esteve à altura da tragédia e isso possibilitou tornou menos complicado ultrapassar aquele momento difícil.»

Pedido singelo

VOLTA GORDO!!!!

Com 3 a menos até não foi nada mau

A jogar com um jogador lesionado que nunca deveria ter entrado (Nelson), com um jogador que nunca devia ter sido contratado (Robert) e com um jogador muito fraco quer tecnicamente quer psicologicamente (Marcel) era lógico que não ia ser fácil. Já para não falar do Moretto que é de longe o guarda-redes com mais sorte do futebol Nacional.

Ao Maritimo mais acessivel dos últimos 10 anos respondeu o Benfica como menos 3 jogadores. Para somar a isto tudo vem um Petit muito fraquinho, tão fraco está que já parece que anda a fazer de propósito. Ou então está muito pouco motivado.

As cenas de discussão sobre quem marca são tristes especialmente quando a equipa está a perder.

Depois o Koeman ve um nojo de primeira parte e só faz alguma coisa com a 2ª parte já a decorrer !? O nivel exibicional demonstrado tem sido a bitola de várias partidas desta época.

Alguém deveria dizer ao Koeman que aqui não se fala castelhano ....

Uma época depois e nem um termo em Portugues para a caixa é muito pouco. Tal como no futebol ele chegou e fez muito pouco, a evolução tem sido muito mas mesmo muito pouca. Começou por falar em golos e praticar bom futebol e acabou-se por atingir, e em alguns casos ultrapassar mesmo, o nível exibicional da época passada (fraco).

Depois de ontem já não se percebe a titularidade do Moreto e do Robert.

A perder por 1-0 em vez de tirar o Robert e o Nelson preferiu tirar o único jogador que talvez pudesse ganhar uma bola de cabeaça. O Karadas era fraco mas tinha muito mais mobilidade e chateava mais.

Se o Benfica não ganhar os próximos 2 jogos o Koeman vai ver o que é o inferno da Luz. Acho que a insastisfação deve ser demonstrada no fim, um treinador deve ter um ano para mostrar o que vale. No último jogo em casa acertam-se contas. Quero pelo menos 2 vitórias.

O Benfica foi uma equipa competitiva nas competições europeias mas depois do jogo com o Manchester regrediu em termos exibicionais. Para mim foi muito pouco. Vir com a desculpa de que o Benfica nos últimos anos não ganhou nada é estar a brincar. Espero que o LFV não ande a dormir durante os jogos. Nos últimos 5 jogos na luz a qualdiade é tão pouco que só vale a pena para por a conversa em dia. Bato palmas e incentivo mas sem qualquer motivação que não seja ser do Benfica.

Para mim era o Koeman na rua já amanhã e uma aposta na dupla Álvaro Magalhães e Fernando Chalana no Banco.

ps: Quanto ao cansaço do do Porto, Boavista e Sporting !? Gostava que alguém que tenha as contas feitas dissesse com quanto pontos cada equipa contribui para o Ranking europeu nestes 10 anos. Depois gostava que alguém estudasse os periodos em que as outras equipas ditas grandes não ganharam o campeonato. Fico à espera.

sábado, abril 08, 2006

Bom resultado

Custa muito ver os Super Dragões fazer a festa em Lisboa, o Manuel Serrão roncar em directo na televisão e o Pinto da Costa ser, provavelmente, o presidente de um clube europeu com mais títulos conquistados. Mas este resultado foi muito importante para nós. Se ganharmos ao Marítimo ficamos a dois pontos (na verdade três) do Sporting e do acesso directo à Liga dos Campeões. Não tenho dúvidas que se ganharmos os cinco jogos que temos até ao final do campeonato, ficamos em segundo lugar.

PS: O Sporting em dois anos participa em dois «jogos do título» e perde os dois. Sintomático em relação ao valor da instituição. E para a estatística ficar ainda mais animada só falta mesmo o tradicional terceiro lugar no final.

sexta-feira, abril 07, 2006

A fé Benfiquista

Enquanto as melhores equipas ficavam com a semana livre de jogos o Benfica foi ultrapassando sucessivos obstáculos.

A fé Benfiquista levou a equipa até aos quartos de final a discutir uma possivel passagem às meias até quase ao fim do jogo. A fé fez com que o Benfica voltasse a ser campeão numa última jornada cheia de emoção.

Sabendo que é quase impossivel ganhar o campeonato mantenho a fé de que iremos ter 5 vitórias consecutivas. Os benfiquistas fazem todos os possiveis para que a sua equipa ganhe e dão o seu melhor ao longo do jogo, mas ao contrário de outros no fim do jogo mantém-se calmos e preparam-se para as próximas batalhas.

Já sabemos que as nossas equipas são uma grande merda e não jogam nada comparativamente às outras. Os nossos talentos são menores, a quantidade não é qualidade mas o que é que isso importa ?! Só com a nossa fé e esperança conseguimos ganhar mais titulos que qualquer outra equipa em Portugal e estamos entre as melhores equipas do mundo.

Com a nossa fé conseguimos fazer a travessia do deserto mais curta do futebol Portugues. É com fé que acreditamos que um jogador que só tem um joelho marque golos, e ele quase sempre que entra marca. É com fé que em todos os jogos esperamos que o Luisão marque de cabeça, o Beto faça um passse de jeito e o Robert consiga marcar um golo de livre da linha do meio campo.

quinta-feira, abril 06, 2006

Piloto automático

Se houver continuidade dos elementos principais da equipa, e no meu entender uma mudança de treinador, a próxima época promete. Para já tem de se manter toda a estrutura defensiva e arranjar um substituto à altura para o Léo.

Alguns dos jogadores precisam de ter experiência de liga dos campeões onde por vezes encontram-se uns tipos feios que jogam muito melhor em todos os planos de jogo (fisico, técnico, mental ...). A prioridade tem de ser sempre o campeonato.

É preciso ter sempre uma equipa competitiva, mesmo que não jogue nada é preciso ganhar campeonatos com regularidade.

O Benfica tem a melhor massa associativa do mundo e esta passagem pelo deserto fez com que ficasse menos exigente.

Os jogadores podem ser uma merda, podemos jogar contra seres com três pernas mas quando começa um jogo e até ele acabar não há Benfiquista que não tenha a esperança de exeperimentar mais uma vitória.

O Koeman ou vai agora ou vai no principio da próxima época. Um treinador do Benfica tem de mostrar mais empenho e acima de tudo não pode festejar vitórias pela noite fora faltando ao treino da manhã seguinte. Depois da vitória sobre o Manchester deslumbrou-se e deitou tudo a perder.

O LFV trabalha com o objectivo de ser campeão europeu e eu vou continuar a sonhar. Diverti-me com esta campanha europeia, quero mais um ano na liga dos campeões para o ano que vem, de preferência com a qualificação directa.

Os verdadeiros

Verdadeiro adepto não é aquele que vai a Camp Nou apoiar a equipa. Ir a Camp Nou, a Anfield ou a Old Trafford todos querem ir e as únicas variáveis que nos separam destes jogos são o dinheiro e a disponibilidade.
O verdadeiro adepto é aquele que, mesmo com uma época perdida, marca presença no Benfica Marítimo do próximo domingo.

Se só lá estiverem 10.000 eu serei um deles.

Sucesso, Glória e o Ser do «Maior do Mundo»

Ontem em plena praça da Catalunha e já com umas belas cañas a serem absorvidas pelos sistemas nervoso e circulório eu e os meus companheiros da Tour a Camp Nou concluímos que o Benfica é o «Maior Do Mundo». Reparem que não somos os melhores de Portugal ou a melhor equipa da Europa ou até aquela que pratica o melhor futebol ou que tem os melhores jogadores. Nada disso. Nós somos é os Maiores Do Mundo (em sigla, MDM e sempre escrito em maiúsculas).

Por esta altura devem estar os adeptos de outros clubes a dizer: «Eh, eh, estes gajos são doidos! Maiores do Mundo? Estiveram 10 anos sem ganhar um campeonato e há quase 20 que não vão a uma final europeia!?»

Pois, mas isso de ganhar e de ir a finais é coisa de clubes que procuram o sucesso. E nós benfiquistas não procuramos o sucesso. Como diz Lobo Antunes, o importante é a Glória, porque o sucesso não vale de nada. Diz o melhor escritor português que o Camões nunca teve sucesso na vida, mas que glória teve e continua a ter, pois só assim é que 500 anos depois todos continuam a ler, criticar e elogiar a sua obra.

O Benfica é similar. Não tem sucesso nenhum nas competições europeias, mas foi a equipa estrangeira que mais adeptos levou a Camp Nou e a equipa que, em toda a história das competições de clubes da UEFA, mais adeptos levou a um jogo fora de casa (contra o Lille mais de 40.ooo benfiquistas em Paris). O Benfica, mesmo não tendo sucesso, continua a ser alvo de críticas e falatórios entre lagartos e tripeiros (que como diz o cântico dos DV são todos paneleiros).

É por isso que ontem saí de Espanha feliz. Perdi contra uma equipa de sucesso, mas tenho orgulho em ser do Maior do Mundo. E isto de se ser do MDM não é para quem quer, é para quem pode ambicionar a glória.

Pontapé

Do jogo de ontem gostei do quinteto defensivo e do Manuel Fernandes e um pouco do Micoli. Tudo o resto foi uma desilusão completa. Estava a contar com o Petit mas ele não jogou um caralho. Entre ele e o Beto não sei quem foi pior. Nos passes estiveram iguais ...

É óbvio que o Barcelona faz pressão em todo o campo e para além de serem bons, são fortes e correm(eram) muito mais que nós.

Mas tal não explica uma equipa completamente partida (4 defesas + 2 médios + 1 touro + 3 atacantes).

Deixa-me triste que só o MF (do meio campo para a frente) parecesse fodido e com vontade de dar a volta o jogo.

As susbtituições tirando a do Karagounis foram todas uma bela merda. O Robert em 15 minutos nunca fez nada. Se o Marcel nem contra a Naval aguentou a pressão iria ser ali que iria facturar.

Num jogo não é convocado, noutro é se lançado nos últimos 10 minutos de um jogo decisivo. O Koeman lá pode ter as suas razões mas não deixa de ser confuso.

A táctica dos 3 à mama não funcionou. O Benfica tinha que ter posse de bola. A posição deles também não foi a melhor. Deviam ter-se apoiado mais. Mas também o que esperar dum esquema táctico que nunca foi treinado ...

Eles para além de serem melhores fizeram o trabalho de casa.

O árbitro foi caseiro mas o que me lixou foi o ar resignado da maioria dos jogadores por terem levado poucos.

O Deco pontapeia o Guarda-redes e ninguém lhe faz nada. O Petit anda muito mansinho. O pior nestas coisas é que só há uma oportunidade para vencer e nem sempre há mais para o ano.

Na ressaca há que controlar o balneário. Mandar o Robert para onde se puder mais o Marcel e arranjar um ponta de lança em condições dentro das possibilidades financeiras do Benfica.

Que a próxima pré-época não seja como esta. Que as contratações sejam a tempo, que todos façam o estágio e de preferência com um novo treinador. Alguém vai ter de ter mão no balneário pois ainda há cinco jogos para ganhar.

Qual o padrão de jogo desta equipa ? Quais os mecanismos ? O jogo de ontem foi a amostra da época.

terça-feira, abril 04, 2006

Quarta-feira 05/04

Vai ser dificil mas acredito que o Benfica irá conseguir ultrapassar este grande desafio. Acredito porque sou do Benfica e porque esta equipa tem-me habituado a milagres.

Temos jogadores bem acima da média quer na defesa onde destaco o Luisão e o Léo. Quer no meio campo (Petit e MF) quer no ataque (Simão, Giov. e Micoli).

Agora vai ter de ser um jogo perfeito pois do outro lado está uma equipa muito forte com jogadores muito bons em quase todas as posições.

Como já aqui escrevi se ganhasse o mais forte o nosso campeonato teria de certeza na década de 80 e 90 outros campeões. Às vezes é preciso ter outras coisas. Sabemos que neste jogo há muito contra nós em especial nos bastidores mas se há equipa calejada é a nossa.

Um abraço ao Vitor Baptista, que ele e os outros 4999 Benfiquistas sejam recompensados pelo seu apoio. Quero ouvir na televisão as vossas vozes.

Objectivo: segundo lugar

Interrompo o meu estágio para o Nou Camp com a antevisão do jogo entre o Sporting e o Porto. Nestas situações deve perder sempre o clube que está mais perto do Benfica em termos classificativos e esse clube é o Sporting. Por isso no próximo sábado torcerei pela derrota dos lagartos e obviamente (e mais importante) pela vitória do glorioso frente ao Marítimo.

Há quem defenda que o empate é o melhor resultado, mas acho que não. O título é uma miragem para nós, mas o segundo lugar não é. Além disso, 1 ponto (a diferença entre o Sporting empatar ou perder) é importante a 4 jornadas do fim.

Ainda assim acho que o jogo mais importante desta época é o Barcelona vs Benfica. Não tenho grandes esperanças, mas um milagre pode colocar-nos na meia-final e como costuma dizer o povo : «A bricar a brincar é que o macaco foi à mãe».

segunda-feira, abril 03, 2006

Belenenses

Gostei do resultado mas não gostei da equipa durante toda a 2ª parte. Para mim o treinador esteve mal nas substituições, o Giov. com uma coxa elástica deveria ter ficado no banco. O Micoli a recuperar de uma lesão deveria ter saido mais cedo. O Mantorras deveria e poderia ter entrado mais cedo.

Foi pena a lesão do N. Gomes numa altura crucial, mas atendendo a que o meio campo irá ser reforçado provavelmente não seria titular contra o Barcelona. No entanto gostaria que alguém me explicasse a diferença entre um corte e uma falta e se basta apenas tocar na bola primeiro para não ser falta.

O Simão e o Micoli não podem desperdiçar nem perder-se em passes e jogadas bonitas. Terão de ser 100% eficazes. No inicio da 2ª parte poderiam ter sentenciado o jogo.

O Micoli fez muita falta durante o ano. Acho que é um jogador caro embora jogue e muito. Os responsáveis do Benfica estarão atentos, agora há muito que não se via jogar alguém à bola desta maneira.

Espero que o Koeman não tenha colocado o Robert no banco para o poupar para o jogo contra o Barcelona. Vai ser preciso muita velocidade e espirito de sacrificio. Enquanto cá está e para não ser posto de lado o Robert poderia treinar o Beto.

Nas substituições durante o jogo o Koeman pensa sempre defensivamente. Aliás já na convocatória o Koeman exagera nos centro-campistas e nos defesas. Tirando talvez 3 a 4 jogos durante o ano não há necessidade de tantos cuidados, o que é preciso é ter jogadores que resolvam lá na frente.