segunda-feira, agosto 07, 2006

O Zandinga da Bancada Sapo - contras

Amanhã começa a época a sério. Escrevo este post hoje para não ser influenciado pelos resultados.

O Benfica adquiriu uma dinâmica de vitória. Três títulos em três épocas era coisa que não se via há quase vinte anos. E, se a Supertaça não é uma coisa importante, a carreira na Liga dos Campeões ajudou a animar a malta.
Mas temo que esta época a equipa se vá arrastando, sem ganhar nada. Porquê?

1 - O treinador não é grande coisa. Quer queiram, quer não, falhou no Porto (conluiu o penta, mas deixou a ponte para o hexa por fazer) e no Sporting. Célebres os 9 pontos perdidos nas quatro últimas jornadas do campeonato do Camacho. E aquela vitória em Alavalade deu-nos um dos melhores momentos do século XXI: a entrada em campo dos 4 lagartos desesperados para bater em alguém. Com direito a malho na relva do menino do chapéu e do pau de bandeira com o grande Bettencourt em campo. Mas, feitas as contas, porque há-de resultar no Benfica?

2 - Falta-nos o capitão. O Simão vai sair e ficamos orfãos de uma vedeta. Uma vedeta é alguém que, entre assistências e golos, chega ao número 20. O dele. Resta-nos um bom jogador, em final de carreira, que tem um futebol egoísta, sem chama e sem força para 90 minutos e para 50 jogos por época.

3 - O Porto está forte. Pelo menos, igual ao ano passado. Nota mental: ganhamos na Luz e no Dragão,s ão 6 pontos. Quantos pontos perdemos, ao longo do campeoanto, para ficarmos, mesmo assim, a 12 pontos do vencedor?

4 - Em Outubro há eleições. Toda a gente percebeu que o Benfica é um monstro e uma mina de oiro. Vão aparecer muitos abutres a querer ser presidentes/directores/assessores, enfim... E quem se desestabiliza? Não, não é a equipa. É o adepto. E toda a gente sabe que o melhor jogador do Benfica é o adepto. Experimentem a ter 40 mil pessoas a assobiar a ver se não correm mais depressa.