sexta-feira, agosto 25, 2006

Os meus objectivos para este ano

Apesar da nossa época ter começado há já mais de 15 dias com a visita à Austria, só hoje o nosso plantel parece estar fechado e por isso só agora vou traçar os meus objectivos para 2006/2007.

A nível doméstico temos de ganhar pelo menos um troféu e ficar num dos dois primeiros lugares do campeonato. Ser campeão seria fantástico, mas dada a concorrência e a campanha que temos tido contra nós será muito difícil. Temos um plantel claramente superior ao do ano passado (Quim melhor que Moretto, Miguelito melhor que Rocha, Manu melhor que Manduca, Paulo Jorge melhor que Robert, Rui Costa melhor que Assis, Simão e Fabrizio ficam e Fonseca pode ser Joker) e o treinador é, pelo menos, mais experiente na Superliga que o Koeman e tem ainda a vantagem de ser dos nossos e de reconhecer os erros antes dos desastres aconcetecerem. Ainda continuo a achar que é impossível começar pior que no ano passado (1 ponto em três jogos).

Na Liga dos Campeões, o meu primeiro objectivo é passar para o Pote 2, porque quero que o nome do meu clube esteja entre as 16 maiores equipas da da Europa no sorteio da Champions do próximo ano.
Esta subida de pote pode passar por uma boa campanha na CL ou por uma boa campanha na Taça UEFA. A mim tanto me faz, mas entre os quartos de final da CL e a conquita da UEFA, perfiro a segunda hipótese.
O sorteio faz antever uma boa campanha para nós e má para os nossos adversários cá do burgo. Mas atenção. Menosprezar o inferno escocês é um erro e ganhar ao Man Utd é mais difícil que ganhar ao Austria. Já os escandinavos são meninos para espetarem duas batatas em cantos e passarem o jogo a despejar bolas para o meio campo adversário. Além disso o calendário foi tramado para nós. Começamos fora, o último jogo é em Manchester (temos de ter tudo resolvido até lá) e dobramos o grupo com o Celtic (preferia com o Copenhaga para sacarmos 6 pontos em 2 jogos seguidos)
Relativamente aos nossos adversários, espero que tanto lagartos como tripeiros fiquem em 4º lugar dos grupos com 0 pontos e 0 golos marcados, não só porque quero ultrapassá-los no ranking da UEFA, como também não quero ficar com o coração nas mãos se eles ficarem em 3º lugar e poderem discutir a taça mais bonita da Europa.

PS: Desculpem a minha fixação pela Taça UEFA, mas para além de ser a mais bonita de todas ainda não a temos no nosso palmarés. Além disso estou certo que no actual contexto das competições europeias, a taça UEFA está desenhada para ser conquistada por clubes médios Europeus (portugueses, holandeses e espanhois sem Madrid e Barça). O Porto já lá chegou, o Sporting já ameaçou. O nosso dia está prestes a chegar.