quarta-feira, julho 06, 2005

Algumas considerações sobre o caso Miguel

Valor do jogador
Quando jogava a médio era, fazendo jus a essa posição, mediano. O Chalana, no seu único jogo como trienador principal do Benfica, recuou-o para lateral direito - não por qualquer excesso de clarividência, mas porque não havia mais niguém para aquele lugar - e descobriu-se um belíssimo defesa.
Como defesa, ataca muito bem. A sua velocidade desconcerta a defesa contrária (exemplo, jogo com o Braga, em Braga, em 2003/2004), mas tem problemas no cruzamento. A defender, a entrega é grande, mas tem falhas de concentração e de colocação muito perigosas (exemplo, jogo como Porto, nas Antas, em 2003/2004, ou com o Guimarães, na Luz, em 2004/2005).

Actuações dentro do campo
As lesões, esta época, limitaram-no. Sejamos sinceros, o Miguel de 2004/2005 esteve a anos-luz do Miguel de 2003/2004. Se sair do Benfica, faz falta, mas não é dramático. Aliás, temos tido sorte neste capítulo. Sou um fã incondicional do Tiago, mas a sua saída, também com direito a novela, foi muito bem colmatada.

Actuações fora do campo
Gosta de sair à noite. Às vezes, em excesso.
Não duvido que sente o Benfica. A maneira como festejou o golo do Nuno Gomes, em Alvalade, nesta época de sonho, prova-o. Para quem não sabe, estava num camarote e os festejos foram tantos que chamaram a segurança porque os sócios do Sporting queriam-lhe partir a cara.
Esta história do contrato está mal contada e vê-se que o objectivo é pressionar o Benfica para sair. Se possível, barato, para os interessados serem muitos. Duvido que tenha razão na queixa, mas o Benfica pode ser tentado a despachar a questão. E toda a gente sabe que ele quer sair. Já o ano passado queria.

Conclusão
A sair alguém do plantel, sempre desejei que fosse o Miguel. Analisando a relação «falta que faz ao plantel» / «preço que pagam», era o candidato óbvio. Agora, paguem o que ele vale.
Também acho que não vale 10 milhões de euros. Mas só dar 5 é abuso.

PS: Paulo Barbosa! Se te vir na rua, acabo na prisão. Mas tu acabas no hospital.

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Paulo Barbosa, empresário de atleta, está no estrangeiro e por essa razão não pôde participar no encontro, mas confirmou para A BOLA o sucesso da reunião: «Confirmo que houve acordo e que o Benfica sempre esteve interessado na continuidade do Miguel e ele em continuar a jogar no Benfica, ao contrário de algumas insinuações que se fizeram. Não pude estar na reunião, mas o jogador manteve-me sempre a par do negócio. Estivemos sempre em sintonia.»

IN A BOLA - Sexta-feira, Novembro 21, 2003

" No meu tempo, entrei pobre no Benfica, saí pobre do Benfica e deixei o Benfica rico. Hoje, os jogadores entram pobres no Benfica, saiem ricos e deixam o Benfica pobre."

Mário João, BiCampeão Europeu

9:58 da tarde  
Blogger J-AdN said...

já lancei o reptil , para lhe mijarem nos sapatos

11:32 da manhã  
Blogger KarlRiedle said...

Concordo plenamente com a apreciação feita sobre o Miguel. Entre ele e o Luisão, prefiro a sua saída. Penso que já não tem grandes condições para permanecer, tal como aconteceu com o Tiago. O facto de ter um advogado lagarto também não abona a seu favor.
Para ocupar o seu lugar, o João Pereira e o Alex são capazes de segurar as pontas, apesar de ter muitas dúvidas em relação ao segundo.
PS: FORÇA SLB

9:41 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home