quarta-feira, setembro 26, 2007

Hoje há seca…

Não gosto da Taça da Liga. Acho que é uma competição de idiotas, com regras estúpidas e que não traz nada de novo ao futebol.

É uma competição de idiotas porque foi pensada pelo Hermínio Loureiro e arquitectada por representantes de Sporting e Boavista. Nem me vou alongar mais sobre isto.
Tem regras estúpidas. A fase de grupos para apurar os dois melhores para jogar uma final é inovadora. Mas decidir finalistas através do consumo de bananas fora do prazo também o seria. Mas isso era estúpido, não era? A regra de jogar com cinco titulares nas últimas duas jornadas também é querida. Por um lado, quem a pensou não conhece o departamento médico do Benfica: capaz de arrasar com uma equipa inteira em quinze dias. Por outro, os próprios organizadores admitem que esta é uma competição sem interesse e, por isso, é melhor garantir que os grandes jogam com alguém conhecido.
Não traz nada de novo. Dinheiro? Só para, na melhor das hipóteses, três clubes por eliminatória. A Unicer paga – mal – a Taça (Carlsberg Cup) num contrato que é um arranjinho (aqui também está metido patrocínio da segunda divisão, a conhecidíssima Liga Vitalis) e a RTP é obrigada a dar um jogo por jornada. Não sei se sabem mas transmitiu o vibrante Portimonense – Rio Ave em Agosto. Não se lembram, pois não? Glória? O vencedor ganha um caneco e não vai às competições europeias. Dito isto, até estou com pele de galinha.

Resultado: detesto a Taça da Liga. Não percebo porque existe e porque o Benfica se meteu nela.

PS: Exijo que a ganhem.