segunda-feira, novembro 07, 2005

Comentário a 24 jornadas do fim

O empate com o Rio Ave é mau, mas curiosamente nem fiquei muito chateado. Três razões:
1) Estamos mais perto da liderança no fim desta jornada do que estávamos no princípio;
2) A equipa desde o jogo da Naval estava em quebra física. A partida com o Villarreal e com o Rio Ave só aprofundou esta ideia. Vejam como o Nélson já nem conseguia dar um passo. Agora temos 15 dias para recuperar a forma e os lesionados;
3) Como dizia o Trap: «Aos 85 minutos, 0 punti. Aos 90, 1 punti. Grande resultati». Não é grande, mas é melhor que nada.

O ano passado fomos campeões porque ganhámos o campeonato da humildade.
O Porto era a «equipa dos milhões», que ia arrasar a concorrência. Afinal, arrasaram foi com uma equipa campeã europeia, 3 treinadores e 69 milhões de euros de receitas extraordinárias.
O Sporting «praticava o melhor futebol de Portugal» (e houve iluminados que diziam da Europa, chegando a comparar o plantel dos lagartos com o do... Chelsea - não é Rui Santos?). Ganhou o mesmo que nas duas temporadas anteriores.
Já o Benfica foi campeão porque correu mais, quis mais, foi menos arrogante, cerrou os dentes e foi à luta. Os jogadores, adeptos e dirigentes queriam ganhar. Custasse o que custasse, doesse o que doesse, metendo a cara, como disse o Luisão, no fim do jogo em casa com o Beira-Mar do Luís Campos, que tanto marcou os benfiquistas (este blog nasceu depois desse jogo, para espantar as mágoas). Não havia lenços brancos que diminuissem a vontade de ganhar. E ganhámos.

Este ano assusta-me pensar que estamos um pouco mais aburguesados. A bancada quer futebol bonito. Quer ir longe na Liga dos Campeões. O treinador também. Os jogadores são menos toscos. Quase todos sabem controlar uma bola.
CAGUEI nisso tudo. Quero que as bolas entrem na baliza. De bola parada, como tantas vezes o ano passado. Com pressão sobre os árbitros que nos andam a roubar e a beneficiar outros. Com jogos no Algarve. Com sumaríssimos ao Quaresma. Com o pé ou com a mão. Quero ganhar. Quero ser bi-campeão.
Se houver este espírito, outra vez, não tenho dúvidas. Ganhamos o caneco número 32! Que é o dobro de 16, ó Mantorras, filho da puta, lagarto do caralho!

2 Comments:

Anonymous Lampionico said...

Olha q temos la pelo menos mais 3 lagartos:
Simao, manuel fernandes e nuno assis.

10:54 da manhã  
Blogger bailarino said...

tirando a parte do mantorras, assino por baixo.

1 abraço e vamos a eles

PS - é notoria a falta de solucoes ofensivas do Benfica. Alguem ainda me ha-de explicar o que é que o Karadas foi a fazer emprestado para Inglaterra. Muitos pontos nos deu o ano passado.

9:48 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home