sábado, novembro 26, 2005

O eclipse

Hoje apetece-me escrever sobre futebol. Sobre espectáculo na sua verdadeira essência e sobre as minhas melhores memórias futebolísitcas. E quando digo isto não estou a falar da segurança defensiva que tínhamos com o Ricardo e com o Mozer, nem dos cruzamentos do Pacheco ou das cabeçadas do Àguas. Não!

Apetece-me criticar e gritar contra os jogos ao Domingo à noite. Aliás, hoje apetece-me embirrar com todos os jogos domésticos com início após as 18 horas. E isto, porque as minhas melhores memórias são do tempo em que ia a Estádio da Luz (ao verdadeiro e único) pela torreira do Sol. Quem sabe o que estou a dizer lembra-se de ter que colocar a mão direita a fazer de pala para acompanhar o lance mais decisivo. Ou do facto do relvado ter duas àreas distintas: uma à sombra e outra ao Sol. Quem gosta de futebol lembra-se de olhar para os velhos ecrãns monocromáticos do mítico Estádio da Luz e não perceber puto do que lá estava escrito, porque o Sol não o deixava. Os chapéus de papel branco em forma cónica, os jogos de júniores como aperitivo para os dos séniores, os calcadores de relva ao intervalo, as substituições com o patrocínio das velas Bosch, as mudanças de lugar para acompanhar o ataque e o «Benfica Vencer Vencer» do José Reza são outras pérolas que guardo com ternura.

Pérolas essas que vão ficando cada vez mais bafientas e menos valiosas. Tudo, porque o futebol deixou de ser um desporto espectáculo para ser um negócio mal gerido e falido à nascença. Os jogos ao Domingo às 21:15 não servem os interesses do adepto (e gostava de ouvir um responsável de medicina desportiva dizer se é indiferente para os jogadores) e são a prova de que colar cartazes em Saltilho valeu a pena. Valeu a pena para quem se aproveitou da esperteza saloia dos dirigentes desportivos para intermediar um negócio que podia ser feito sem intermediários. E não me venham dizer que os direitos de transmissão de jogo à noite são vendidos por um preço superior, porque em Inglaterra é à tarde que se joga (algumas vezes às 13:00) e é lá que jogam os mais ricos do mundo. E é lá que os estádios estão cheios. Nem me venham tão pouco com a velha história de que os jogos televisionados não se podem realizar à mesma hora que um não televisionado, porque isso tira adeptos dos estádios. Badamerda para os jogos domésticos à noite e ao frio.

Um jogo ao Domingo às 21:15 termina às 23:15. Chegar a casa e não chegar, 0:15. Deitar e não deitar 0:45. E trabalho no dia seguinte? E a escola do miúdo? Este futebol esquece completamente a vertente social. Hoje há jornadas que começam à quinta e terminam à terça. E programas como o Domingo Deportivo deixaram de existir. Hoje deixa de se discutir futebol à segunda-feira. Faz-se tudo a prestações. «Epá o teu clube perdeu três pontos ontem. Espero que o meu depois de amanhã não faça o mesmo».

Mas o pior é que o exemplo vem de fora. Chamar Liga dos Campeões a uma competição que acolhe terceiros e quartos lugares de certos campeonatos é no mínimo esquizofrénico. Compreendo que a ideia é organizar um grande evento com patrocínios e elevadas receitas televisivas que são depois partilhados em forma de prémios pelos clubes presentes. Mas para que é que isso serve se os campeonatos domésticos estão falidos? E não estou a falar só de Portugal. Há uns anos foi a Fiorentina de Itália e recentemente foi o Burossia Dortmund da Alemanha que se eclipsaram. Para que serve ter uma excelente competição europeia que aglutina e canibaliza tudo à sua volta quando podíamos ter três?

O jogo Benfica Belenenses de amanhã é mais uma consequência de toda esta barafunda. Mas este problema não é só dos benfiquistas. Calha a todos semana sim, semana não. E esta semana é rica em exemplos ridículos. O Sporting joga Domingo às 19:15 e o Porto vai a Barcelos na segunda-feira às 20:30. E espantem-se os mais desatentos. O Chelsea jogou na quinta feira para a Liga dos Campeões e voltou a jogar no hoje (Sábado) às 16:00, o que prova que as primeiras mudanças podem ser feitas já a nível doméstico.

Por isso tu que estás a ler este blog. Sejas de que côr sejas. Tenhas o amor ou o ódio que tiveres pelo meu clube. Sei que se gostares de futebol hoje estás do meu lado. Por isso junta-te a mim e ajuda-me a mudar este futebol da treta.

2 Comments:

Anonymous Ze_Manel said...

APOIADO !!!
ACABEM DE VEZ COM OS JOGOS DEPOIS DAS 20 ! no maximo dos maximos as 19:45 como na LC.

11:38 da manhã  
Blogger manocas37 said...

è uma estupidez completa os jogos as 19h, 19e30, ..., 21e30H...
O meu pai fala.m mt vezes quando saia d comboio de manha para ir a lisboa ver o nosso na grande catedral, e dps ao fim da tarde regressava de comboio.
Se eu fizer isso, por exemplo no jogo de hoje, so tinha comboio para a minha zona as 8e10 de amanha, ia perder um dia de aulas. Como não é possivel tenho k ficar por casa e ver na TV.

PS: lembro.m ser pequenito e ir para o campo jogar a bola com o pessoal td, e o radio do carro aos altos berros, para se ouvir o relato do jogo do benfica.

4:14 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home