segunda-feira, outubro 31, 2005

Um fim-de-semana para esquecer

O resultado com a Naval foi péssimo. Perdemos dois pontos num campo onde o nosso adverário mais directo ganhou três. É verdade que fizemos um bom jogo, que o campo era um batatal, que o golo deles está fora de jogo e que o piriquito do Cajuda é dos nossos, mas este fim-de-semana era claramente para somar mais três pontos. Principalmente depois dos resultados dos nossos mais directos adversários.

O FC Porto empatou, embora tivesse existido um penalty claro sobre o Jorginho ainda na primeira parte.

O Nacional venceu e fico feliz quando há clubes que trocam de treinador a meio da época e esquecem-se que existe um senhor chamado Manuel Machado.

O Boavista empatou, embora devesse ter ganho, uma vez que o segundo golo sofrido nasce de um canto inexistente e há um adversário que se apoia claramente no defesa.

Agora é só esperar que o Braga não ganhe hoje.