terça-feira, outubro 18, 2005

Venham os ataques à minha opinião

Acho que não deviamos queimar etapas.
Preferia que o Benfica ficasse em terceiro e fosse à UEFA do que passar o grupo na Liga dos Campeões.
Fora da Liga dos Campeões podemos atacar o Campeoanto de outra forma.
O nosso objectivo é, e tem de ser, reconquistar o campeoanto. Temos de assegurar uma dinâmica de vitória interna antes de atacar a Europa.

4 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Aqui tens um
1) O Benfica tem de crescer como equipa
Esta equipa do Benfica está a jogar à campeão. Não é como a da época passada que jogava para ser campeão, sem qualquer certeza que pudesse sê-lo. Muitos jogadores não acreditavam que pudessem ser campeões. A não ser na última jornada no Bessa. Este ano os jogadores sabem que o pior que lhes pode acontecer é serem campeões. Pode haver uma catástrofe porque no futebol tudo é possível. Passando, corremos um risco de desgaste, mas o Benfica tem de crescer como equipa. Esse é o preço a pagar. Mas temos seguramente mais a ganhar que a perder. Passar à próxima fase da champions aumenta a auto confiança e é um sinal que a equipa tem metas importantes de que ainda está longe. Neste momento, ficar perto de passar e não passar seria animicamente mau. A equipa ia regredir. Sobretudo por não ter passado num grupo onde temos todos a certeza (a começar pelos jogadores) que o Benfica é a melhor equipa.
2) O Benfica tem de ser respeitado e temido na Europa
A champions é a champions. Só lá estão os melhores. Na próxima fase, os piores entre os melhores terão ficado para trás. O Benfica tem de ser respeitado e temido na Europa. O Benfica precisa urgentemente de uma dimensão europeia. Ser dos piores entre os melhores, vindos de um campeonato como o português onde até o sporting quase ia carimbando a passagem à champions, vai servir-nos para quê? Para passarmos à Uefa desmoralizados e podermos sair humilhados num dia mau?
3) A Uefa pode ser mais desgastante do que a Champions
Passar na Uefa pode ser muito mau e lesivo para as nossas ambições no campeonato. Veja-se o caso do sporting o ano passado. Vamos para a Uefa fazer o quê? Jogar com o Artemedia, o Glasgow Rangers ou o Zenit de S. Petersburgo? Passar na expectativa de uma final incerta. Temos, neste momento, de ambicionar ser os primeiros no grupo. É assim que se faz um grupo de trabalho forte. O Nélson é um jogador auto confiante porque acredita que está no melhor clube do mundo. Vais tu dizer-lhe que se contente em ser terceiro para ir jogar na Uefa?

12:33 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Prefiro passar à próxima fase da Champions.

Se ficarmos pelos oitavos de final não é vergonha nenhuma, antes pelo contrário e depois é possível atacar só o campeonato.

Seguir para a UEFA, tanto podemos parar logo a seguir, como não, mas o prestígio será menor e o desgaste pode eventualmente ser maior.

11:33 da manhã  
Blogger S.L.B. said...

No início da época também pensava assim, preferia a Uefa do que a Champions, mas agora não. Não devemos jogar para perder e ficar em 3º lugar, até porque se passarmos aos oitavos e tivermos sorte no sorteio pode ser que cheguemos aos quartos (mais à frente seria pensar muito alto). Seriam mais quatro jogos e mesmo perdendo a eliminatória teríamos recuperado um pouco do prestígio perdido nos útlimos tempos. Na Taça Uefa se nos ficarmos pelos oitavos ou quartos seria muito mais frustrante e se fôssemos mais além poder-nos-ia acontecer o que aconteceu aos lagartos na época passada (concordo com o Anónimo das 12:33). De qualquer maneira, acho que o plantel está mais que mentalizado que o objectivo principal é o bicampeonato.

1:37 da tarde  
Blogger Quetzal Guzman said...

Discordo da tua opinião. Abstenho-me é de a fundamentar já que iria repetir o que já foi dito acima.

1:40 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home