segunda-feira, maio 23, 2005

No final do Sporting-Benfica do ano passado, depois do Geovanni ter mandado a bomba, entraram uns rapazitos campo adentro para bater em alguém. Não se sabe em quem, se no Argel, se no árbitro, se no poste. Só me recordo daquela figurinha ridícula do tipo com o pau de bandeira que se espeta em pleno relvado.

No final do Sporting-Nacional deste ano, um grupo de adeptos ameaçou os jogadores do Sporting na garagem de Alvalade. Bonito!

Como eu gostava de fazer parte da «melhor massa associativa do mundo», ser um daqueles «que são especiais, diferentes, com uma forma de estar no desporto única».
Mas não. Sou lampião, dou-me bem na taberna, provavelmente uso bigode e bato na minha mulher.

Ahhh, e também sou campeão.